Vídeos em nuvem devem pressionar ainda mais redes 4G, diz Verizon Wireless

A Verizon Wireless tem registrado volumes impressionantes de tráfego de dados desde que lançou a sua plataforma LTE. Segundo Dan Mead, CEO da empresa, que participou nesta terça, 22, da Cable 2012 (principal evento de TV por assinatura dos EUA, realizado em Boston), em 18 meses o volume de tráfego de dados na rede 4G já é maior do que todo o tráfego na rede 3G da operadora, que já está em funcionamento há quase cinco anos. "É um volume espantosos de tráfego com o qual precisamos aprender a lidar". Segundo Mead, uma das respostas da Verizon Wireless é criar modelos de empacotamento por volume de dados. A Verizon Wireless, segundo informações de mercado, teria perto de 5 milhões de usuários LTE para uma base total de cerca de 88 milhões de clientes pagantes.

Notícias relacionadas
"Queremos que o usuário saiba que existe um limite de consumo de dados e que cada limite tem um preço diferente", diz o CEO da operadora móvel. A Verizon Wireless é a maior operadora de celular dos EUA. Segundo Mead, a tendência é que esse volume cresça ainda mais porque cada vez menos os conteúdos de mídia ficarão armazenados nos dispositivos do usuário. "Observamos que músicas, vídeos e fotos estão migrando para plataformas em nuvem. E vamos ter que aprender a lidar com esse volume de informações", disse. Segundo a Verizon Wireless, hoje 60% de todo o tráfego LTE do mundo está em suas redes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.