Qualcomm cria solução de mensagens instantâneas para operadoras móveis

A Qualcomm desenvolveu uma solução de mensagens instantâneas para ser utilizada por operadoras móveis como serviço a seus assinantes. Através de um aplicativo instalado no smartphone do usuário, este pode iniciar um bate-papo com outros assinantes pela rede de dados, no qual consegue enviar fotos e mensagens de áudio com apenas um clique. A plataforma fica hospedada na própria Qualcomm e não requer a aquisição de nenhum hardware pelas teles, que pagariam apenas pelo licenciamento de uso.

Notícias relacionadas
A solução, batizada de Yagatta, é considerada uma evolução de outro produto da Qualcomm, o QChat, que consiste em uma plataforma de push-to-talk para redes celulares (POC), hoje adotada pela Sprint Nextel nos EUA e pela Nextel no Peru. O QChat será implementado também pela Nextel Brasil assim que esta iniciar sua operação em 3G, prevista para o fim do ano. A Yagatta é uma espécie de plataforma "push-to-X": além da comunicação via voz simulando o serviço de rádio, permite a troca de conteúdo multimídia com um clique em sessões de bate-papo iniciadas por meio de um app.

A primeira versão do app, que leva o nome de YagattaTalk, foi criada para Android e está disponível para download gratuito na Android Market dos EUA. Em breve, o software será disponibilizado para o resto do mundo. A versão para iOS, por sua vez, chegará em breve.

Há uma operadora estrangeira comprometida com o lançamento da solução, que provavelmente ganhará um nome novo, ligado à sua marca. A plataforma é interoperável e permite a comunicação com usuários de outras teles, mesmo aqueles que não tenham o app instalado em seus telefones. No caso de um chat por escrito, a mensagem é transformada em SMS. Se for uma imagem, vai como MMS.

No Brasil, a Qualcomm está apresentando a solução para diversas operadoras, mas não há nenhum contrato assinado até o momento.

Análise

A Qualcomm tem como principais fontes de receita a venda de processadores para dispositivos móveis e royalties por uso de patentes de tecnologia. A empresa volta e meia se aventura na área de serviços de valor adicionado, mas sempre com uma proposta de parceria com as operadoras móveis. Servem de exemplo anteriores o MediaFlo, sua plataforma de TV móvel, e o Plaza, sua loja de aplicativos móveis. Excepcionalmente, arrisca uma oferta direta ao consumidor, sempre em caráter temporário, mais com o objetivo de demonstrar seu produto para as teles do que propriamente gerar lucro – como foi o caso do MediaFlo nos EUA por alguns anos. O Yagatta parece ser uma estratégia híbrida. Ao mesmo tempo em que a Qualcomm licencia a solução para as operadoras, qualquer consumidor pode baixar o app e utilizá-lo em smartphones Android nos EUA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.