Provedora de banda larga da Sercomtel lucra R$ 2,4 milhões em 2018

Foto: pixabay.com/pexels.com

Provedora de Internet e de serviços de valor adicionado e TI do grupo Sercomtel, a Sercomtel Participações apresentou seu balanço financeiro de 2018 nesta segunda-feira, 22. No ano, a empresa registrou receita líquida de R$ 22,8 milhões (alta de 3,8%) e resultado operacional líquido de R$ 4,4 milhões (melhora de 20,4%). Já o lucro líquido aumentou 7,4%, para R$ 2,48 milhões.

Em nota, a empresa avaliou que as cifras foram conquistadas apesar de "fatores externos pouco favoráveis, como o forte crescimento dos pequenos provedores". Entre os motivos para a melhora no desempenho estariam ajustes nos preços dos serviços de transporte de dados na região onde atua, a diminuição nas despesas operacionais (com destaque para queda nos gastos com suporte corporativo) e o incremento da receita com banda larga fixa em novas praças. Em 2018, o serviço cresceu 12% e atingiu faturamento bruto de R$ 23,6 milhões, ou 75% da receita bruta da provedora (R$ 31,3 milhões).

A Sercomtel Participações usa sua infraestrutura própria para oferecer banda larga fixa em 15 cidades paranaenses. Conforme o balanço, uma "nova meta para início de investimentos em projetos de construção de redes próprias de transporte de dados no estado do Paraná e/ou São Paulo" foi traçada pelo Conselho de Administração da empresa no fim de 2018

Também foi destacada a participação em iniciativas de cidades inteligentes e Internet das Coisas (IoT) em Londrina, onde o grupo tem sede. "Para isto, estamos concluindo a implantação de um piloto de rede LoRa na área urbana de Londrina e finalizando uma parceria estratégica com a empresa WND, que detém os direitos comerciais do padrão Sigfox para a América Latina, para sermos o canal de revenda local", destacou o documento.

Segundo a assessoria de imprensa da Sercomtel, neste ano serão divulgados em ocasiões diferentes os resultados operacionais das empresas que formam o grupo. Dessa forma, números da Sercomtel Telecomunicações, Sercomtel Iluminação e Sercomtel Contact Center devem ser revelados ao longo da semana; em 2017, a receita bruta do grupo todo rondou os R$ 285 milhões. Vale notar que o processo de caducidade das outorgas da concessionária outrora instaurado pela Anatel está suspenso até 23 de julho; neste meio tempo, a Sercomtel espera um projeto de lei ser aprovado na Câmara de de Londrina para permitir a mudança de seu controle acionário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.