GVT inicia operações em Vitória e Vila Velha no Espírito Santo

A GVT anunciou nesta quarta-feira, 22, o início das suas operações em Vitória e Vila Velha, no Espírito Santo. Com investimento da ordem de R$ 50 milhões, a rede da operadora tem uma capacidade inicial suficiente para ativar até 55 mil linhas de voz e acessos à Internet banda larga (ADSL) em residências e empresas. A rede da operadora cobre 70% dos estabelecimentos comerciais e 53% das residências das duas cidades que, juntas, têm população superior a 700 mil pessoas.
De olho nos clientes da concorrência, a empresa chega com uma atrativa oferta de banda larga. Por R$ 59,90 mensais o usuário tem 10 Mbps durante doze meses. A promoção vai até o fim de maio, mas poderá ser prorrogada. Mauro Monteiro da Fonseca, diretor regional da GVT, afirma que a oferta máxima do Oi Velox é de 1 Mbps e, além do acesso ser bem mais lento, ainda é mais caro. Uma pesquisa no site da Oi revela que a operadora cobra R$ 159,90 para o plano de 1 Mbps. Vale lembrar que, na prática, muitos clientes têm planos com outros serviços, o que diminui o preço do Velox. "Em outras cidades eles baixaram alguma coisa, mas não tem conseguido chegar nos nossos preços", diz Fonseca. Em Vitória e Vila Velha, a ESC 90 (em processo de aquisição pela Net Serviços) também oferece TV paga e banda larga.
O executivo da GVT revela que a entrada em Vitória e Vila Velha já é uma vontade antiga da empresa. Segundo ele, a decisão foi tomada em julho do ano passado. O backbone da Geodex � adquirida pela GVT em dezembro de 2007 � passa pela região o que contribuiu para a GVT colocar as duas cidades no topo do plano de expansão. "Dentro da nossa pesquisa percebemos que o capixaba estava carente em atendimento e banda larga. Nossa maior velocidade é de 20 Mbps e da concorrência 1 Mbps", afirma.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.