Prysmian fornecerá cabo de 770 km para programa Norte Conectado

A fabricante de equipamentos óticos Prysmian anunciou nesta segunda-feira, 22, que fornecerá um cabo subfluvial de 770 km para o Programa Norte Conectado, do governo federal.

A implementação e operação do projeto do Ministério das Comunicações (MCom) está sob responsabilidade da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP). Os 770 km de cabos inicialmente fornecidos pela Prysmian contarão com 48 fibras; o prazo para entrega dos equipamentos (desenvolvidos e fabricados na Alemanha) foi fixado para setembro.

"Ele será posicionado no leito do Rio Amazonas e, por isso, foi projetado para não impactar este delicado ambiente subfluvial e apresentar uma vida útil de 25 anos nestas condições", afirmou a fornecedora, em comunicado. "O projeto prevê transmitir neste cabo múltiplos canais de 100 Gigabits por segundo (Gbps)", prometeu.

Notícias relacionadas

Os equipamentos da Prysmian serão instalados no trecho entre Macapá (AP) e Santarém e Alenquer (PA) – ou a chamada Infovia 00, cuja conclusão está prevista para este segundo semestre. A RNP será detentora dos direitos da rede, que deverá ser compartilhada com o setor privado por orientação do MCom.

Ao todo, o Norte Conectado conta com seis fases e nove infovias, com prazo de conclusão total para 2023. Obrigações relacionadas à iniciativa devem ser fixadas como parte dos compromissos das vencedoras da faixa de 3,5 GHz no leilão de 5G.

Deixe seu comentário