Telebras corrige valores de Centro de Operação Espacial do SGDC

[Atualizada às 20h35] A Telebras publicou no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira, 22, reajuste do valor do contrato com o consórcio SAT-3D para a construção do Centro de Operação Espacial Principal (Cope-P) do satélite geoestacionário (SGDC). Conforme o extrato, a obra, localizada em Brasília, teve um reajuste de R$ 3,96 milhões, chegando ao total de R$ 133,7 milhões. O contrato original era de R$ 129,76 milhões. A empresa afirma que se trata de "finalidade a recomposição econômica em virtude da variação inflacionária no período contratual", em cumprimento à Cláusula Quinta do contrato estabelecido entre as partes, conforme determina o Art. 55, inciso III da Lei. Nº 8.666/1993. E, por isso, não se trata de um aditivo contratual.

O espaço edificado conta com 13,4 mil metros quadrados e área urbanizada de aproximadamente 60 mil metros quadrados. O projeto foi executado pelo consórcio SAT- 3D, liderado pela Paulo Octávio Investimentos Imobiliários. O Centro de Operações foi inaugurado em 17 de dezembro do ano passado.

Também foi publicado, na mesma edição do DOU, o extrato de termo aditivo no valor de R$ 119 mil. A empresa diz que esse contrato "vem atender, exclusivamente, à inclusão de uma chave interruptora tripolar com isolação em SF6. Trata-se de um novo item a ser incluído ao projeto elétrico inicialmente aprovado pela Companhia Energética de Brasília (CEB), para atendimento à exigência da própria CEB para atender a integralidade da Norma Técnica de Distribuição – NTD 3.34".

Em nota, a Telebras ainda esclareceu que houve atendimento às normas legais, e ressalta que "não houve, em momento algum, nenhum aditivo aos valores contratados para a construção do Centro de Operações Espaciais Principal (COPE-P) de Brasília. Por fim, é importante frisar que no dia 17 de dezembro de 2018 houve a entrega da infraestrutura operacional que contempla a base terrestre do COPE-P. A inauguração efetiva do Centro de Operações Espaciais Principal de Brasília está prevista para ocorrer ainda no primeiro semestre de 2019".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.