Foco é no mercado corporativo

Como ex-diretor da área internacional da Embratel, Soffiatti explica que o foco da operadora na Argentina e demais países latino-americanos será no mercado corporativo, sempre buscando como clientes as empresas com muito tráfego de comunicação com o Brasil. O modelo ainda está sendo definido, mas a Embratel deverá operar, nestes países, dando suporte aos clientes globais de sua controladora, a WorldCom. A UUNet, braço de comunicação de dados da matriz norte-americana, também terá o suporte da operadora brasileira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.