Estratégia da Oi é chegar a 32 mi de HPs até 2024, incluindo São Paulo

A Oi tem uma estratégia de rede neutra que depende da venda da participação de até 51% da unidade de infraestrutura, a InfraCo, o que deverá ocorrer em 2021. Atualmente com 7,5 milhões de homes passed, a meta da Oi multiplicar essa capacidade com a InfraCo já separada e atuando com maior capacidade de investimento e de operação, chegando em 2024 com entre 32 e 34 milhões de homes passed. 

"Esse total incluindo no estado de São Paulo, onde a companhia ainda não tem [atuação na rede fixa], mas onde há 90 milhões de domicílios, incluindo small offices etc.", declarou o vice-presidente de franquias e atacado da operadora, Pedro Arakawa, durante workshop da Anatel nesta quarta, 21.

Segundo o executivo da Oi, o processo da venda "está indo muito bem, em breve teremos algumas ofertas e escolheremos uma para ser a stalking horse". A operadora ainda não divulgou quando abrirá a etapa de recebimento de ofertas vinculantes.

Tráfego interno

A infraestrutura da empresa é o que conta muito na estratégia: são mais de 388 mil km de fibra, cobrindo 125 cidades com FTTH e 2.300 municípios com backbone e backhaul ótico. Desse total da rede, 60% conta com redundância dupla ou tripla. 

Arakawa afirma que a empresa conta ainda com um sistema de caching para conteúdos "muito grande", o que permite que metade desse tráfego fique no próprio estado do usuário. "Isso entrega uma experiência melhor. Além disso, de 90% a 95% do tráfego fica no Brasil, o que deixa apenas entre 10% e 5% para tráfego internacional", explica. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.