Telebras diz que recursos do satélite estão garantidos

Os recursos destinados ao Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC) escaparam novamente dos cortes do governo federal. Segundo informações da Telebras, o projeto é estratégico e, em função dos compromissos já assumidos, a dotação foi mantida para este ano e o próximo, apesar dos cortes por que devem passar os programas do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento, onde o satélite tem seus recursos alocados).

De acordo com a estatal, o projeto do satélite brasileiro da Telebras tem um valor total orçado em US$ 653,9 milhões. Desse total já foram pagos mais de US$ 327 milhões e o restante, perto de US$ 326,8 milhões, será pago em 2015, 2016, 2017 e 2018.

Na próxima semana o presidente da estatal, Jorge Bittar, tem viagem marcada à França para os primeiros testes de junção das peças do satélite, que estão sendo produzidas nas unidades da Thales Alenia Space nas cidades de Nice e Marselha. A previsão de lançamento é para o final de 2016, com operação em 2017.

O satélite geoestacionário é um projeto estratégico para as comunicações civis e militares brasileiras, e será usado para prestação de serviços de telecomunicações para o Ministério da Defesa, para uso comercial pela Telebras e para o Programa Nacional de Banda Larga (PNBL), o que incluirá as comunicações estratégicas do Governo Federal, segundo a Telebras. O SGDC levará conexão por banda Ka. Estima-se que o satélite servirá para atender a mais de dois mil municípios, em especial na região Norte do País.

Evento

Nos dias 15 e 16 de outubro será realizado, no Rio de Janeiro, o Congresso Latino-Americano de Satélites, evento tradicional do setor organizado pela Converge, que edita este noticiário. No evento, a Thales fará uma atualização do estágio em que se encontra a construção do Satélite Brasileiro de Defesa e Comunicação. O evento discute vários outros temas, entre eles o mercado de banda Ka, em que várias empresas, inclusive a Telebras, pretendem disputar o mercado no Brasil. Mais informações sobre a programação e inscrições ao evento estão disponíveis no site www.teletime.com.br/eventos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.