Telemig Celular leva o triângulo e completa a área

A Telemig Celular conseguiu ampliar sua área de atuação no SMP para todo o Estado de Minas Gerais ao vencer o leilão disputado com a Stemar (Claro). A disputa teve nove lances que elevaram de R$ 5.386.541,00 (preço mínimo) para R$ 9,725 milhões (80,54% de ágio) o valor a ser pago pela empresa mineira para a área 3.2 do edital de licitação da ?banda E? do SMP, correspondente à área de atuação da CTBC Celular no triângulo mineiro. De acordo com Ricardo Grau, diretor superintendente no exercício da presidência da Telemig Celular, o potencial de crescimento da telefonia móvel nesta região é muito grande, uma vez que a CTBC Telecom sempre privilegiou a implantação da rede fixa, obtendo com isto uma das mais altas taxas de penetração do STFC em todo o País, em detrimento da telefonia móvel que hoje tem apenas 23% de penetração na região (ante 27% de penetração no restante do Estado). A Telemig tem hoje 2,5 milhões de assinantes e se prepara para oferecer à sua base a possibilidade de migrar para a tecnologia GSM. Segundo Grau, a nova rede no triângulo será somente em GSM.

Claro leva em Minas

Como foi a única empresa a apresentar proposta para a área 3.1 do edital (Estado de Minas menos a região onde atua a CTBC Celular) a Stemar, empresa do grupo Claro, levou a outorga para esta área pelo preço mínimo previsto no edital: R$ 51.203.557,00. Justamente por ter conseguido comprar a área de Minas pelo preço mínimo, o presidente da Telemig Celular, Ricardo Grau, considerou pouco agressivo o posicionamento da Claro no leilão: ?Eles poderiam ter ido muito mais longe?, disse Grau, sem revelar, no entanto, até onde a Telemig acompanharia o aumento dos valores das propostas para garantir a região do triângulo mineiro.

Notícias relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.