Consulta pública de 3G recebe 205 contribuições

O superintendente de serviços privados da Anatel, Jarbas Valente, informou nesta terça-feira, 21, que a consulta pública para a licitação das faixas de terceira geração, encerrada na última segunda-feira, 20, teve 205 contribuições de 15 proponentes diferentes. O superintendente, ao lado do presidente do conselho diretor da Anatel, o embaixador Ronaldo Sardenberg, manteve a expectativa do lançamento do edital para o início de setembro e o leilão das faixas para até o fim do ano. Ainda na segunda-feira, a agência negou o pedido da Claro para a prorrogação da consulta pública.

Sobras

Sobre os diferentes recursos de impugnação do edital das sobras, o embaixador Sardenberg disse que está muito preocupado com o ?volume impressionante? de recursos e que a agência neste momento está estudando a razão para tanta contestação. Apesar de o edital prever que a a manifestação da agência sobre os recursos depois de lançado o leilão, Sardenberg disse que pretende dar uma resposta ao mercado antes disto.

Dinheiro

Sardenberg disse também que já foram liberados R$ 50 milhões para o orçamento da agência, dos R$ 100 milhões contingenciados pelo governo. Do montante, a agência já executou R$ 6 milhões em reposição e modernização de equipamentos para a área de fiscalização. Um dos itens adquiridos pela Anatel foram laptops com conexão sem fio, capazes de acessar o banco de dados de cada entidade regional, o que segundo o embaixador aumenta e eficiência dos fiscais em até 80%. Os dirigentes da Anatel participam do Encontro Tele.Síntese que acontece nesta terça, em São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.