Publicidade
Início Newsletter Nokia fornece core de rede 5G em nuvem pública da Amazon nos...

Nokia fornece core de rede 5G em nuvem pública da Amazon nos EUA

Projeto da fornecedora finlandesa Nokia e a operadora norte-americana Dish (do grupo Echostar, dona da Hughes) está implantando um core de rede 5G standalone em nuvem pública. Segundo as companhias nesta segunda-feira, 21, trata-se do primeiro projeto do tipo, dando suporte à infraestrutura de Open RAN da operadora por meio do serviço da Amazon Web Services (AWS)

A fornecedora entra com o núcleo de voz, de pacote em nuvem, gerenciamento de dados de assinantes, gerenciamento de dispositivos e segurança de rede, além de “serviços profissionais de segurança completos para a Dish”. A companhia diz que há economia no gerenciamento de rede com automação “quase zero-touch” e adesão a acordos de níveis de serviço (SLAs) com a arquitetura baseada em serviços da operadora.

A Nokia afirma que a parceria das três empresas tem como objetivo atender tanto ao público corporativo quanto os consumidores finais. Dizem que o core de rede standalone 5G na AWS “permite que a Dish ofereça a capacidade de resposta, a flexibilidade e a eficiência necessárias para criar serviços inovadores para seus clientes, ao mesmo tempo em que impulsiona a automação para operações em andamento e cria a possibilidade de recursos essenciais como o fatiamento de rede”. 

Notícias relacionadas

Em comunicado, o diretor de redes da Dish, Marc Rouanne, destacou que a iniciativa vai otimizar operações de rede, permitindo integração de casos de uso novos. Sobretudo, destacou a nova estratégia da operadora, tradicionalmente atrelada a serviços de TV por assinatura via satélite (DTH). “Essa colaboração é um passo importante em nossa missão de implantar a primeira rede 5G nativa em nuvem dos Estados Unidos, baseada em OpenRAN.”

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile