China autoriza compra da Motorola Mobility pelo Google

A agência antitruste chinesa deu carta branca à compra da Motorola Mobility pelo Google, anunciada em agosto do ano passado, por US$ 12,5 bilhões. Segundo informou o Wall Street Journal no último fim de semana, autoridades chinesas aprovaram a transação sob a condição de que o gigante de buscas mantenha o sistema operacional Android gratuito e com o código aberto por pelo menos cinco anos.

Notícias relacionadas
A autorização elimina o último obstáculo para a conclusão do negócio, o qual auxiliará o Google no desenvolvimento de seus próprios smartphones. Em fevereiro, a compra havia sido aprovada pelo Departamento de Justiça (DOJ) dos Estados Unidos e pela União Europeia e aguardava apenas o parecer da agência chinesa.

De acordo com a Motorola Mobility, com a carta verde do último órgão regulador, a transação deve ser concluída entre terça-feira e quarta-feira, 22 e 23 de maio. A companhia não deu detalhes sobre reestruturação ou outras medidas a serem tomadas, como possíveis demissões. No anúncio da venda, a fabricante possuía 19 mil funcionários. Dois meses depois, demitiu 800 empregados, mas descartou a fusão como justificativa aos cortes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.