iPhone "não é tão bom" para a operadora no longo prazo, diz Quatorze

Embora diversas pesquisas mostrem que o usuário do iPhone utiliza a Internet no celular muito mais que os usuários de outros dispositivos (de 10 a vinte vezes mais), Marco Quatorze, diretor de SVA da América Móvil, enxerga um efeito "não tão bom" no longo prazo.
Isso porque o usuário do iPhone tem um alto consumo de Internet, mas a operadora não se beneficia da venda de serviços e aplicativos adicionais, que ficam com a Apple. "A longo prazo não é tão bom para a operadora porque ele me dá a receita de acesso, mas não dá nada além disso", diz Quatorze. Ele ressalta, contudo, que a entrada do iPhone no mercado foi fundamental para provocar a mudança de usabilidade e difundir o conceito da Internet móvel. No médio prazo, diz, outros aparelhos serão tão bons no acesso quanto o iPhone, mas os fabricantes deverão adotar modelos de distribução de aplicativos em que as operadoras participarão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.