Oi rechaça críticas de credores sobre desempenho

Sem ter recebido notificação na Justiça ou acesso aos documentos, a Oi não quis comentar a petição solicitando audiência conciliatória e que foi apresentada nesta terça, 21, pelo grupo de credores ligados à Orascom e assessorado pela Moelis & Company. Porém, a companhia contestou as alegações do comitê diretivo de bondholders sobre desempenho. Declarou que "continua comprometida com a qualidade dos serviços e vem obtendo bons resultados nesse sentido desde 2016", citando redução de 56% na quantidade de processos em Juizados Especiais Cíveis (JECs) em janeiro; de 20% nas reclamações no call center da Anatel; e 15% nos Procons. Comparando o quarto trimestre de 2016 com o mesmo período no ano anterior, a operadora afirma ter reduzido em 57% número de processos nos JECs, enquanto na Anatel e nos Procons, a queda foi de 18% em cada.

A afirmação sobre marketshare dos credores também é contestada. A Oi ressalta que procura ter uma "base saudável de clientes, com foco em melhoria do ARPU (receita média por usuário) e consequente aumento da rentabilidade, mantendo um nível adequado de participação de mercado para garantir o futuro da companhia". Diz que procura investir em convergência de serviços para aumentar fidelização e rentabilidade, além de ter realizado limpeza de base para reduzir custos e melhorar margens. Em decorrência disso, apresenta resultados do terceiro trimestre do ano passado, quando registrou aumento na receita de dados em 20,5% no comparativo anual. E, excluindo receitas de VU-M, impactada pelo corte em fevereiro de 2016, o ARPU móvel apresentou crescimento de 5,1% no período. A tele ainda destaca que o investimento entre janeiro e setembro do ano passado foi de R$ 3,4 bilhões, 14% acima dos mesmos nove meses em 2015.

4 COMENTÁRIOS

  1. Se a Oi sair dessa recuperacao judicial ela tem tudo para se tornar a 1a caso invista muito em cobertura. A Oi tem cara de povao e perfil de jovem ao mesmo tempo. A Oi dentre as 4 e a que tem maior potencial de crescimento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.