Vivo chega à marca de 10 milhões de acessos M2M em 2019

Foto: Pixabay

A Vivo encerrou o ano de 2019 com 10 milhões de acessos máquina-a-máquina (M2M), o que representa mais de 41% de participação no mercado brasileiro. Segundo informou a Vivo Empresas, braço corporativo da Telefônica Brasil, nesta terça-feira, 21, o marco na quantidade de chips (que somam os acessos M2M e o que a Anatel passou a considerar como "pontos de serviço") acompanha a estratégia da operadora no ecossistema de Internet das Coisas para o mercado corporativo. 

Os 10 milhões de acessos M2M são referentes a dezembro, embora a Anatel ainda não tenha divulgado os números em geral do mercado deste mês. Considerando os últimos dados divulgados pela agência, referentes a novembro, a base brasileira de M2M mais pontos de serviço era de 24,051 milhões de acessos, enquanto a Vivo tinha 9,88 milhões de chips – ou seja, em dezembro ela obteve um avanço mensal de cerca de 1,2% -, o que já representava 41,08% de market share. 

A operadora destaca que a expansão neste mercado se encaixa na estratégia de oferta de serviços de gerenciamento – no caso, a Vivo Kite Plataform, que promete gestão como alterações massivas em dispositivos (como bloqueio, desbloqueio, troca de números etc.). A empresa diz que também ampliou políticas de segurança, e que conta com integração sistêmica por meio de APIs, gerenciamento de tecnologias como NB-IoT e LTE-M e analytics para geração de "insights importantes para a tomada de decisão do cliente". 

Em comunicado, o head de inovação, IoT e Big Data B2B da Vivo, Diego Aguiar, declarou que a companhia usa conectividade M2M "como um dos pilares centrais para alavancar nossas iniciativas em IoT, com uma proposta de valor com soluções fim a fim para diversos setores, incluindo segurança e Big Data". E afirma que a tele é "uma das poucas empresas a desenvolver plataforma uma plataforma exclusiva de gerenciamento de conectividade, oferecendo às empresas total autonomia e eficiência na gestão dos dispositivos conectados". 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.