Leilão do 3G arrecada R$ 5,339 bilhões

O leilão do 3G terminou na manhã desta quarta-feira, 20, superando as expectativas de arrecadação. Ao todo, a disputa movimentou R$ 5.338.728.474,00, resultando em um ágio médio de 86,67% sobre o valor de R$ 2,8 bilhões do somatório dos preços mínimos. A primeira previsão da presidência da Anatel era de que a concorrência geraria um acréscimo de somente R$ 700 milhões sobre os preços do edital. A previsão extremamente conservadora resultou até em brincadeiras do embaixador Ronaldo Sardenberg na noite de terça-feira. ?Tomei uma posição conservadora e espero que vocês me perdoem por isso?, brincou o presidente da agência.
A grande vitoriosa do leilão foi a Claro, que superou suas concorrentes tanto nos desembolsos quanto no ágio médio. A operadora gastou ao todo R$ 1,426 bilhão com as novas licenças, pagando um ágio médio de 103,63%. A Vivo também tem motivos para comemorar, pois conseguiu arrematar absolutamente todas as licenças para o bloco J, confirmando sua estratégia. Nos dois únicos blocos onde a operadora não levou as freqüências, venceu a Telemig Celular, recém-adquirida pelo Grupo Vivo.
Apenas a TIM saiu levemente ferida da disputa. Ela foi a única das quatro grandes empresas a não conseguir fechar a cobertura nacional em 3G, ao perder a disputa nos lotes do Triângulo Mineiro. Garantiram faixas nessa região Telemig Celular, Claro, CTBC Celular e Oi. O mais provável é que a TIM acabe firmando um acordo com a CTBC para garantir aos seus clientes uma cobertura nacional também no 3G. A Sercomtel, como já era esperado, também não terá a cobertura em sua área, mas nesse caso a empresa sequer entrou no leilão. A Nextel, grande responsável pelos altos ágios, também ficou sem nenhuma faixa, mas ainda tem chance de conseguir freqüências no leilão das faixas de 3G remanescentes, a ser realizado em 2008.

Notícias relacionadas

Ranking do leilão
Maiores desembolsos e ágios:
1º) Claro ? R$ 1.426.155.100,00, ágio médio de 103,63%
2º) TIM ? R$ 1.324.671.655,00, ágio médio de 94,73%
3º) Vivo ? R$ 1.147.693.000,00, ágio médio de 92,47%
4º) Oi ? R$ 867.017.600,00, ágio médio de 79,63%
5º) BrT GSM ? R$ 488.235.040,00, ágio médio de 41,29%
6º) Telemig Celular ? R$ 53.535.000,00, ágio médio de 36,39%
7º) CTBC Celular ? R$ 31.421.079,58, ágio médio de 101,03%

Todos os lances da disputa
* Rio de Janeiro, Espírito Santo, Sergipe e Bahia (área I)
– Vivo (bloco J) ? R$ 310,356 milhões, com ágio de 89,62%
– Oi (bloco F) ? R$ 467,9 milhões, com ágio de 90,59%
– TIM (bloco G) ? R$ 528 milhões, com ágio de 222,6%
– Claro (bloco I) ? R$ 612 milhões, com ágio de 273,92%

* Centro-Oeste, Sul e estados de Tocantins, Acre e Rondônia (área II)
– Vivo (J) ? R$ 528,2 milhões, ágio de 132,2%
– BrT GSM (F) ? R$ 483 milhões, ágio de 41,56%
– Claro (G) ? R$ 369,5 milhões, ágio de 62,44%
– TIM (I) ? R$ 382,284 milhões, ágio de 68,06%

* Área metropolitana de São Paulo e Região Norte (áreas III e IV)
– Vivo (J) ? R$ 168,7 milhões, ágio de 50,85%
– TIM (F) ? R$ 225 milhões, ágio de 34,13%
– Claro (G) ? R$ 178,1 milhões, ágio de 59,25%
– Oi (I) ? R$ 187,5 milhões, ágio de 67,66%

* Interior de São Paulo e estados de Alagoas, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte (áreas V e VI)
Vivo (J) ? R$ 130,426 milhões, ágio de 51,69%
Claro (F) ? R$ 174,550 milhões, ágio de 35,34%
TIM (G) ? R$ 137,450 milhões, ágio de 59,86%
Oi (I) ? R$ 144,410 milhões, ágio de 67,96%

* Triângulo mineiro (área VII)
Telemig Celular (J) ? R$ 15,230 milhões, ágio de 36,02%
– Claro (F) ? R$ 28,738 milhões, ágio de 71,11%
– CTBC Celular (G) ? R$ 22,505 milhões, ágio de 101%
– Oi (I) ? R$ 24,392 milhões, ágio de 117,85%

* Paranaíba (MS) e seis municípios de Goiás (área VIII)
– Vivo (J) ? R$ 292 mil, ágio de 37,28%
– Claro (F) ? R$ 603 mil, ágio de 89,03%
– TIM (G) ? R$ 1 milhão, ágio de 370,13%
– CTBC Celular (I) ? R$ 431,790 mil, ágio de 103%

* Noroeste de São Paulo ? região de Franca (área IX)
– Vivo (J) ? R$ 5,766 milhões, ágio de 36,60%
– Claro (F) ? R$ 7,615 milhões, ágio de 20,27%
– CTBC Celular (G) ? R$ 8,484 milhões, ágio de 101%
– TIM (I) ? R$ 6,2 milhões, ágio de 46,90%

* Interior de Minas Gerais, excluído triângulo mineiro (área X)
– Telemig Celular (J) ? R$ 38,305 milhões, ágio de 36,54%
– Claro (F) ? R$ 50,647 milhões, ágio de 20,36%
– TIM (G) ? R$ 40,559 milhões, ágio de 44,58%
– Oi (I) ? R$ 42,815 milhões, ágio de 52,62%

* Londrina e Tamarana, no Paraná (área XI)
– Vivo (j) ? R$ 3,953 milhões, ágio de 36,57%
BrT GSM (F) ? R$ 5,235 milhões, ágio de 20,57%
– TIM (G) ? R$ 4,177 milhões, ágio de 44,31%
– Claro (I) ? R$ 4,402 milhões, ágio de 52,08%

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.