Exportações da ERBs caem 78% em setembro e derrubam números do setor

Após o registro de crescimento em agosto, as exportações de produtos eletroeletrônicos voltaram a apresentar queda sem setembro, segundo dados divulgados pela Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee) nesta quinta, 20. No total, foram US$ 470,8 milhões, 3,6% abaixo do registrado em setembro do ano passado. A maior queda veio dos bens de telecomunicações, com 40,5%, totalizando US$ 13,6 milhões. O grande responsável do setor foi a redução de 78% nas vendas externas de estações radiobase, que totalizaram US$ 2,8 milhões, ainda de acordo com a Abinee.

Mesmo comparado ao mês anterior, a indústria elétrica e eletrônica apresentou queda: 2,5%. O setor de telecomunicações também caiu em relação a agosto: recuo de 25,6%.

Notícias relacionadas

No acumulado de janeiro a setembro, a indústria caiu 2,4% em relação ao mesmo período em 2015 e ficou com US$ 4,230 bilhões nas vendas externas. O setor de telecomunicações mostrou queda de 15,3% e totalizou US$ 150,7 milhões.

As importações também mostraram redução em setembro e ficaram em US$ 2,2 bilhões, 9,8% abaixo do ano passado. Por outro lado, as importações de bens de telecomunicações aumentaram 11,6% e totalizaram US$ 131,2 milhões. Comparado com agosto, o setor reduziu em 12,6%, enquanto a indústria caiu 8% .

Considerando os nove meses de 2016 somados para a indústria eletroeletrônica, a queda nas importações foi de 25,7%, total de US$ 18,788 bilhões. Os bens de telecomunicações totalizaram US$ 1,183 bilhão, redução de 19,2%. Os componentes para telecomunicações foram os produtos mais importados no período, com US$ 2,634 bilhões, queda de 38% em relação a 2015.

Assim, o saldo comercial do período de três trimestres totalizou um déficit de US$ 14,56 bilhões, 30,5% de queda. A Abinee ressalta que esse comportamento de queda no déficit da balança comercial da indústria vem se repetindo a cada mês desde 2014.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.