Publicidade
Início Teletime Análises da Embratel misturam críticas e boas previsões

Análises da Embratel misturam críticas e boas previsões

As ações preferenciais da Embratel voltaram a subir nesta quarta-feira, 20, com a melhora da sua avaliação pela agência de classificação de risco Moody’s. A alta, porém, não foi suficiente para repor as pesadas perdas impostas pelo mercado em razão dos maus resultados revelados em seu balanço trimestral.
A Moody?s América Latina declarou "positiva" a perspectiva da Embratel, sinalizando que pode elevar a nota dos títulos da dívida em reais. Isso abre a perspectiva, principalmente, para uma redução das taxas de juros em novas emissões de títulos de dívida. Para a agência, ?a Embratel será capaz de reduzir o custo de sua dívida e aumentar a flexibilidade financeira ao refinanciar as obrigações de curto prazo com nova dívida e pela intenção da direção da empresa de usar fluxo de caixa livre para mais amortizações.?
Com a notícia, o papel mais negociado da Embratel (EBTP4) chegou a subir mais de 4%.

Notícias relacionadas
No final do pregão normal, porém, a alta se resumiu a pouco mais de 2%. Ou seja: muito longe de recuperar a queda 11,3% registrada com a divulgação dos resultados do terceiro trimestre na segunda-feira, 18. Note que, no ano, as preferenciais já caíram 44,5% ? tudo por conta das perdas de market share, de receitas em longa distância nacional e de geração de caixa. A teleconferência de terça-feira, 19, apenas piorou as coisas. Primeiro, porque foi considerada excessivamente genérica por analistas. Depois, porque ficou patente que o único dos três focos estratégicos em que a companhia vem obtendo sucesso, até agora, é a sua estabilização financeira. Os outros dois ? crescimento do caixa e diversificação de receitas ? são apenas uma promessa.
Alguns profissionais ouvidos por TELETIME News observam que a Embratel ainda fará grandes provisões neste quarto trimestre, o que pode significar um desencaixe ainda maior de recursos. Fora isso, os resultados dos próximos trimestres ainda podem carregar impactos negativos do aumento da concorrência nos segmentos de longa distância e dados.
Note, porém, que não há dúvidas sobre o potencial da empresa no médio prazo. O Banco Safra, em seu boletim diário, recomenda inclusive a compra, por apostar que o movimento de queda foi exagerado face às possibilidades da Embratel. ?Acreditamos que o novo controlador deverá trazer sinergias com as outras operadoras de seu controle (Claro, Telmex – ex-AT&T – e Vésper), com melhoras no desempenho operacional e financeiro da Embratel". O Banco Espírito Santo, no mesmo sentido, acrescenta que a entrada da Telmex na Net ?possibilitará uma nova alternativa de explorar o segmento de telefonia local através do uso da rede da operadora de TV por assinatura.?

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile