Novo regulamento determina que celulares deverão indicar radiação emitida

Foto: geralt / Pixabay.com

O Conselho Diretor da Anatel aprovou na reunião desta quinta-feira, 20, o Regulamento sobre a Avaliação da Exposição Humana a Campos Elétricos, Magnéticos e Eletromagnéticos Associados à operação de Estações Transmissoras de Radiocomunicação. Uma das principais determinações é a obrigatoriedade de menção sobre o valor do SAR (taxa de absorção de energia por tecido do corpo) no manual ou na embalagem dos aparelhos celulares. A adaptação deverá ocorrer em até 120 dias após a publicação do regulamento.

A mensagem deverá ter a seguinte descrição: "Este produto atende ao limite de SAR estabelecido pela Anatel de 2,0 W/kg". E ainda: "ao carregar o produto ou utilizá-lo próximo ao corpo, mantenha-o a uma distância mínima de 1,5 cm do corpo, para garantir conformidade com os limites de exposição de RF (ou radiofrequência)".

Com a mudança, ficam dispensados das medições a cada cinco anos: estações com potência inferior à 5W como telefones por satélite e pequenas estações VSAT;  smartphones e walkie-talkies; rádios comunitárias e pequenas repetidoras de TV. Também estão liberadas da avaliação de conformidade: radiação restrita, câmeras de vídeo profissionais sem fio e veículos de videorreportagens e instaladas em aeronaves e embarcações.

As estações transmissoras de radiocomunicação do Serviço de Radioamador e do Serviço de Rádio do Cidadão ficam isentas da avaliação da conformidade, desde que a distância entre as antenas e os locais de livre acesso à população seja maior do que a definida em tabela correspondente, conforme previsto em ato específico da Superintendência.

A medida visa incorporar a orientação da Organização Mundial de Saúde aos parâmetros atualizados pela Comissão Internacional de Proteção Contra Radiações não Ionizantes (ICNIRP).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.