Minicom divulga cronograma de expansão do Gesac

Já está pronto o cronograma preliminar para expansão do Gesac (Governo Eletrônico ? Serviço de Atendimento ao Cidadão), que passará dos atuais 3.450 pontos em 2.200 municípios para 20 mil pontos em todo o País ? 5.565 localidades. O edital deverá ser lançado em outubro, para realização do pregão em novembro, assinatura do contrato em dezembro e as primeiras instalações inauguradas em fevereiro de 2008. As informações foram divulgadas pelo diretor do departamento de serviços de inclusão digital da Secretaria do Ministério das Comunicações, Heliomar Medeiros de Lima, durante o 7° Congresso Latino Americano de Satélites 2007, nesta quinta, 20, no Rio de Janeiro. Falta agora convencer o ministro das Comunicações, Hélio Costa, a divulgar no início de outubro a data da publicação do edital.
Os pontos atuais do Gesac foram instalados pela Vicom, posteriormente adquirida pela British Telecom. O contrato de 30 meses venceu em meados deste ano e foi renovado até julho de 2008, por um período de transição, devido ao atraso para o novo leilão.
Para o futuro está prevista a ampliação do programa de 2 mil para 14.500 escolas públicas; velocidade de 256 kbps para até 8 Mbps; capacidade de backhaul (down de 65 Mbps para 750 Mbps); e a tecnologia que até agora era apenas via satélite poderá diversificar para xDSL, WiMAX, Wi-Fi, Mesh, PLC e 3G.
Outra mudança é que o contrato atual foi feito para apenas um lote, mas os novos poderão ser compostos de quatro lotes, sendo dois deles potencialmente satelitais para o Nordeste e outras regiões, e outros dois terrestres para os grandes centros e interior. Para cada lote, a quantidade mensal de instalações mínimas varia de 300 a 600. Um operador satelital poderá ganhar vários lotes simultaneamente, com contratos para cinco anos. Os potenciais concorrentes são StarOne, Hughes, Telespazio, Impsat (da Global Cross), Via Telecom e Rural Web (estas duas últimas poderão participar em parceria).
Em relação à expectativa de preços, Lima espera que fique na faixa de R$ 500, ?devido ao caráter social do programa?. Ele toma por base os 110 pontos, cujo preço foi de R$ 700 cada; agora serão mais de 16 mil pontos. No processo seletivo será feito o pregão primeiro e a análise das propostas depois.
O 7° Congresso Latino-Americano de Satélites é promovido pelas revistas TELETIME e TI Inside e realizado pela Converge Comunicações e Convergencia Latina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.