Nokia reduz de 140 para 30 dias prazo de certificação

A Nokia do Brasil, responsável pelas unidades de devices, marketing e software e serviços, conseguiu reduzir de 140 para 30 dias o prazo para certificação de aparelhos celulares de sua marca para as operadoras, incluindo todos os testes junto à Anatel. A empresa investiu em seu Instituto de Tecnologia (INdT), preparando-o para realizar toda a bateria de testes. Ao invés de repetir os testes já realizados pela fabricante, a operadora certifica os laboratórios do INdT apenas uma vez e deixa a certificação dos modelos seguintes por conta da parceira. A primeira a testar o método foi a Oi. O presidente da Nokia do Brasil, Almir Narcizo, explica: ?Nós temos o laboratório, não é preciso que vocês gastem esse recurso, basta que auditem o nosso laboratório, o procedimento?, argumentou Narciso para a operadora. E deu certo.
Com o modelo testado e liberado mais rapidamente para entrar no portfolio, o ciclo para que entre no mercado encurta-se. ?Às vezes, no mundo todo o aparelho já está sendo comercializado e nós ainda estamos numa fila de espera?, explicou o executivo. O procedimento, por enquanto, vem sendo aplicado somente no Brasil. O INdT, inclusive, está atendendo à Nokia do México, para certificar os aparelhos dos clientes daquele país. O objetivo de Narcizo é estender o serviço também a outros países.
A empresa investiu US$ 50 milhões no INdT, no ano passado, e a expectativa é que o volume cresça este ano. O executivo disse que é possível fazer uma série de desenvolvimentos no Brasil com esse recurso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.