TIM paralisa construção de redes em várias regiões

A TIM Brasil, que havia anunciado no início de agosto a disposição de reduzir a velocidade de investimentos em sua rede de SMP, paralisou por completo a construção da infra-estrutura em diversos pontos de sua área de cobertura nas últimas semanas. Estão sendo mantidas apenas as obras contratadas previamente à decisão de diminuir o ritmo de implantação. A Telecom Italia, controladora da TIM, preferiu colocar o pé no freio enquanto espera uma solução para o impedimento da entrada em operação de sua rede GSM. O impasse existe por conta da não antecipação de metas de universalização da Brasil Telecom, que tem o grupo italiano entre os sócios.
A rede da TIM, contudo, está pronta para entrar em operação, ainda que com uma cobertura incompleta. As grandes capitais de sua área de futura atuação, como Rio de Janeiro e São Paulo, por exemplo, já contam com uma cobertura plena, faltando agora melhorar a densidade de estações radiobase no interior dos estados. Nokia, Siemens e Ericsson são os fornecedores responsáveis pela construção da rede GSM da TIM no País.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.