Em parceria com ISPs, Inatel calcula investimento necessário para 5G

Foto: pixabay.com

[Publicado no Mobile Time] O primeiro passo do Inatel na parceria com o consórcio de ISPs Iniciativa 5G Brasil será o levantamento de dados para calcular quanto precisarão investir e como poderão cumprir as obrigações previstas no edital de 5G. É um trabalho consultivo que auxiliará os provedores na sua estratégia de participação do leilão.

"Eles querem saber o esforço financeiro necessário, o quanto vão precisar investir. É um trabalho inédito da parte do Inatel. Geralmente quem participa de leilões de frequências são as operadoras móveis, que não precisam desse tipo de assessoria externa", comenta Fred Trindade, gerente executivo de educação continuada do Inatel, em conversa com Mobile Time. Trindade lidera um grupo de especialistas do instituto que vai prestar esse trabalho consultivo para o consórcio de ISPs.

Essa primeira fase da parceria acontecerá, portanto, antes do leilão. Depois, se o consórcio de ISPs conquistar algum dos blocos, o instituto ajudará no desenho da rede e na integração com a infraestrutura dos provedores de Internet participantes do projeto. Outro desdobramento natural pode ser uma consultoria para a definição das tecnologias adotadas na rede móvel a ser implementada. 

Notícias relacionadas

Trindade acredita também que o Inatel poderá ser uma boa fonte de mão de obra especializada para a operadora da rede neutra que será criada pelos ISPs. "O mercado de TIC no Brasil tem entre seus executivos vários ex-alunos do Inatel", comenta.

Por fim, aponta como principais vantagens do consórcio de ISPs a granularidade de sua infraestrutura de fibra óptica no interior do Brasil e o fato de ser um player nacional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.