Publicidade
Início Newsletter SES-17 entra em operação nas Américas

SES-17 entra em operação nas Américas

Satélite SES-17 nas instalações da Thales Alenia Space. Foto: Divulgação

O satélite de banda Ka e órbita geoestacionária SES-17 já está totalmente operacional nas Américas (naturalmente, incluindo o Brasil) e no Oceano Atlântico, áreas onde fornece cobertura a partir da posição orbital de 67,1º Oeste. A SES informou que artefato de propulsão elétrica seguiu o cronograma conforme esperado, “após meses de elevação e testes bem-sucedidos”. 

Fabricante do satélite, a Thales Alenia Space, por meio da divisão Thales Avionics (InFlyt Experience), é uma cliente âncora que utilizará a capacidade do SES-17 para fornecer conectividade em aviação nessas regiões cobertas. Outras parcerias, como SSi Canadá e Comnet, deverão também fornecer acesso à banda larga em áreas remotas para clientes corporativos no Brasil, Argentina, Colômbia, México e Canadá.

Lançado em 24 de outubro de 2021 (após um adiamento no dia 22) na Guiana Francesa pelo foguete Ariane 5, operado pela Arianespace, o SES-17 se junta à rede atual da operadora, que conta atualmente com 70 satélites. Ele tem propulsão elétrica, o que permite vida útil maior do que os satélites convencionais.

Notícias relacionadas

O SES-17 tem carga útil digital com transponders com cerca de 200 feixes por usuário.  A empresa também reforça que o equipamento é “o primeiro passo na integração da rede multiorbital”, uma vez que a carga digital com controle por software (ARC) traz interoperabilidade com o sistema de órbita média (MEO) O3b mPower de segunda geração, que deverão ser lançados “nos próximos meses”. Os gateways estão localizados no Canadá, México, Chile e Colômbia, e há planos de expandir o teleporto brasileiro de Hortolândia (SP) também para isso.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário Cancelar resposta

Sair da versão mobile