Juniper aposta na arquitetura IMS

A Juniper quer ter uma participação ativa no mercado da arquitetura IMS (IP Multimedia Subsystem) avaliado mundialmente em US$ 12,6 bilhões até 2012, segundo a Frost & Sullivan, ampliando sua oferta para operadoras de telecomunicações. Leonid Birakovsky, diretor de mobilidade e convergência da companhia, que veio ao Brasil para participar de um seminário sobre essa arquitetura, destaca que a companhia vê no Brasil e países da América Latina uma grande oportunidade de mercado, até maior que na Europa e Estados Unidos. ?Aqui as operadoras estão substituindo seus equipamentos legados por novas tecnologias com protocolo SIP (Session Initiation Protocol) usado na telefonia IP, abrindo o ambiente para sistemas não proprietários com oportunidades para outros vendors que não participavam desse mercado?, diz Burakovsky.
A empresa lançou recentemente uma linha de produtos e softwares para Sessão e Controle de Recursos que permitem gerenciamento de serviços através de interfaces abertas. Para complementar sua oferta a empresa firmou parcerias com a Nokia Siemens, NEC e Ericsson.
Para o executivo essa arquitetura ainda está em seu início mundialmente, pois são poucas as iniciativas de real convergência do ambiente fixo, móvel e banda larga. ?A arquitetura IMS, além de padronizar protocolos, centraliza bancos de dados de assinantes permitindo o oferecimento de novos serviços de forma muito mais ágil?, diz o executivo. Ele destaca, no entanto, que as operadoras ainda estão longe dessa centralização de dados. Os ambientes ainda são estanques (transporte, gerenciamento e serviços). Na arquitetura IMS, ao contrário, as camadas de usuário (IP), controle e serviços devem ser horizontais, com comunicação entre elas. ?Hoje os usuários exigem cada vez mais banda para suas aplicações e as operadoras precisam de rapidez na entrega de novos serviços para elevar o Arpu (receita média por usuário)?, diz Burakovsky.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.