MEC e RNP aumentam capacidade de comunicação para ensino a distância

Após a publicação nesta semana da portaria que flexibiliza o ensino à distância para o sistema federal de ensino, o Ministério da Educação (MEC), em parceria com a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), ampliou a capacidade da comunicação a distância. Segundo comunicado nesta sexta-feira, 20, a parceria permitiu o aumento da capacidade do serviço de videoconferência por meio de computador ou celular diante da crise da pandemia do coronavírus (covid-19). 

Com isso, as instituições federais de ensino superior público vão contar com 15 salas de reuniões simultâneas de webconferência, e cada unidade poderá receber até 75 participantes. A RNP diz que na situação anterior, apenas dez salas simultâneas eram possíveis para esse número de pessoas. Assim, a capacidade total do serviço pulou de 1,7 mil acessos simultâneos para 10 mil. 

O MEC ainda aumentou a capacidade do serviço de videoconferência de 10 para 30 salas virtuais, com até 15 pontos remotos em cada salas. Para tanto, é necessário que o computador seja ligado a uma TV disponível na instituição.

A medida da última quarta-feira não é impositiva, mas permite que instituições possam escolher a opção de dar aulas por meio digital, quando possível. A flexibilização do EAD contempla o sistema federal de ensino, composto pelas universidades federais, pelos institutos federais, pelo Colégio Pedro II, pelo Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines), Instituto Benjamin Constant (IBC) e pelas universidades e faculdades privadas. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.