Em meio à crise do coronavírus, tráfego da Vero Internet aumentou 8,5% em um dia

Foto: Pixabay

O impacto das medidas de precaução do coronavírus (covid-19) no setor de telecomunicações já começa a ser sentido agora entre as grandes operadoras, mas também em provedores regionais há uma preocupação. Para a Vero Internet, companhia formada pela junção de oito provedores mineiros com o fundo de investimentos Vinci, a onda de choque não chegou como em empresas em São Paulo ou no Rio de Janeiro. "Mas isso pode acontecer. Não é que eu esteja imune a essa crise", declarou o CEO da Vero, Fabiano Ferreira. 

O que já foi perceptível é o aumento de tráfego. Segundo o executivo, nesta semana houve um crescimento de 8,5% entre a teça (17) e a quarta-feira (18). "Não é comum ter esse aumento de um dia para o outro, crescemos muito menos, em torno de 0,2% ou 0,3% ao dia", compara. "É um consumo exagerado, fica até difícil de projetar", declara. Para lidar com isso, o provedor considera um "cenário de crescimento pessimista e exagerado", mas já dá como certa a necessidade de ampliar a capacidade. 

Notícias relacionadas

"O consumo obviamente aumentou significativamente, aumenta a cada dia, e isso já está acontecendo por ter mais pessoas ficando em casa", disse ele a este noticiário. Na avaliação de Ferreira, poucas empresas se prepararam para o consumo expressivo durante a crise do coronavírus, com horários de picos maiores, uma vez que algumas redes podem não estar preparadas, com uma "folga" para atender a demanda. "Nossa rede tinha um preparo e estamos a fortalecendo, incorporando mais possibilidades e mantendo a qualidade", alega.

Ferreira entende que é possível disponibilizar mais banda para o cliente, uma vez que atende com fibra, mas ressalta que pode haver limitações na ponta, como o próprio modem e roteador na casa do cliente. Dessa forma, a troca de equipamentos seria uma situação mais delicada no momento. Para a manutenção do serviço, a Vero está estabelecendo alianças com fornecedores e estudando a criação de novas rotas, caminhos e parcerias.

Em relação ao crescimento na camada superior da rede, como backbone e nos pontos de troca de tráfego, Ferreira diz que poderá haver gargalos que impedem o crescimento do que passa pelo IX.br. Nesta semana, o PTT ultrapassou a barreira de 10 Tbps, embora a equipe técnica tenha dito que se trata ainda de um aumento considerado normal.

O executivo opina que, se apesar de importante, o diálogo com o governo e com a Anatel deveria mudar o foco. "Se ficar discutindo quem tem razão ou forma, acabamos perdendo tempo de atender ao cliente e focar no relevante", diz. A companhia é representada pela associação de operadoras competitivas Telcomp, que deverá em breve lançar um posicionamento a respeito da crise do covid-19. 

Medidas

A Vero está tomando as precauções, com adoção de home office (especialmente os grupos de risco, conforme recomendações da Organização Mundial de Saúde) e com incentivo ao atendimento remoto, seja por telefone, redes sociais ou pelo digital, incluindo chat e WhatsApp Business. No time de campo, contudo, há ainda trabalho de campo, mas o CEO da companhia diz que há distribuição de álcool gel, limpeza, cuidados técnicos com uso de máscara e aplicação de vacinas da gripe. 

Por outro lado, o executivo diz que a demanda por serviços continua normal entre os clientes. "Temos canais ativos e não percebemos impacto, mas é provável que a gente sinta [mais para frente]", responde. Para novos usuários, ele explica, há uma tendência de espera um pouco maior do que o normal por conta do foco na manutenção atual. Ferreira considera que o trabalho tem cunho social, dada a importância das telecomunicações no cenário de trabalho, entretenimento e educação remotos. "A gente sabe o quanto isso é importante, e nossa responsabilidade perante a sociedade é crucial."

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.