Digitalização e autoatendimento reduzem custos da Vivo

[Publicado originalmente no Mobile TimeUm dos destaques do balanço financeiro do ano de 2018 da Vivo foi a redução de 10,5% em seus custos operacionais, o que contribuiu para atingir seu lucro histórico de R$ 8,9 bilhões. Entre as medidas adotadas pela companhia para diminuir seu Opex estão a digitalização de processos e o investimento em autoatendimento, através do app Meu Vivo.

Segundo a operadora, a base de usuários do Meu Vivo aumentou 22% em 2018. Ao mesmo tempo, o volume de chamadas para o call center da operadora caiu 24% e seu gasto com call center diminuiu 17%.

Além disso, merece destaque o fato de que 58% da base de assinantes da empresa já recebem a fatura por meio digital – um ano atrás eram 42%. Assim, os custos com faturamento e postagem caíram 15% em 2018. E a proporção de recargas de pré-pagos realizadas por meios digitais cresceu de 20% em 2017 para 23% no ano passado.

Em teleconferência com analistas para comentar os resultados, o CEO da empresa, Christian Gebara, comentou que ainda há espaço para mais redução de Opex em 2019: "A digitalização é o driver para reduzir os custos, mas ainda tem muito a ser feito. Não apenas a interação com os consumidores está mais digital, mas acreditamos que vamos usar mais processos e ferramentas digitais para automatizar processos internos, o que também gera redução de custos".

2 COMENTÁRIOS

  1. Não opto pela fatura digital pelo simples fato de que não terei redução na tarifa. Facilitar só p/ um dos lados não dá. E falando em call center o robô passa tempo demais falando sobre assuntos que nem interessam até chegar na opção que preciso, gerando aborrecimento de ter que ficar esperando sem poder teclar logo a opção que desejo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.