Nokia apresenta novos serviços para série Lumia

Após um longo período de fracassos com o Symbian como sistema operacional para seus smartphones, a Nokia aposta forte agora no Windows Phone 8. Junto com a plataforma, chegam novos serviços desenvolvidos pela própria empresa finlandesa que podem ajudar na popularização dos aparelhos.

Um dos trunfos é a grande adesão do ecossistema de desenvolvedores da marca à plataforma Windows, bem como as aplicações próprias. Um destaque é o Mapas, disponível inclusive em outras plataformas, como em automóveis e iOS. O app conta com a tecnologia da Navteq, empresa adquirida pela finlandesa por US$ 8,1 bilhões em 2007. No Windows Phone 8 da Nokia, o serviço conta com mapas offline e monumentos em 3D. Há ainda o Lente, que utiliza realidade aumentada para indicar estabelecimentos comerciais.

A novidade anunciada nesta quarta-feira, 20, é o Mix Radio, rádio online gratuita com catálogo de 17 milhões de músicas do Nokia Música e exclusiva para os aparelhos Lumia com Windows Phone 8. O serviço dá opção ao usuário de poder salvar até quatro canais de streaming para ouvir offline (o download é feito via Wi-Fi). Outra exclusividade para a linha de smartphones é o Nokia Musica+, semelhante ao anterior, mas que chega ao Brasil em março por uma assinatura mensal de R$ 5,60. A diferença é que, além de dispor melhor qualidade de áudio no streaming, é possível visualizar letras de músicas e pular faixas.

O presidente da Nokia Brasil, Almir Luiz Narcizo, reconhece que a mudança para Windows Phone foi parte de uma estratégia para retomar mercado. "Symbian era uma plataforma de mais de dez anos e tinha vários problemas. Perdemos share porque ela era antiga e precisava de renovação", admite. Segundo ele, há um maior engajamento da comunidade de desenvolvedores com o Windows, o que causou uma demanda grande pelos eventos Nokia Developers Day. "Temos feito de maneira regular e há uma grande troca de experiência entre desenvolvedores", explica. A companhia finlandesa prometeu em novembro do ano passado investimentos de R$ 20 milhões em parceria com o Governo Federal e o Instituto Nacional de Telecomunicações para os próximos dois anos na comunidade de desenvolvedores. O foco é instruir não apenas a parte técnica, mas o perfil de negócios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.