EUA renovam licença temporária da Huawei por 90 dias

A licença temporária (TGL, na sigla em inglês) que permitiu à Huawei seguir fazendo negócios com empresas norte-americanas em casos específicos foi renovada por mais 90 dias nesta segunda-feira, 19, anunciou o Bureau de Indústria e Segurança (BIS) do Departamento de Comércio dos EUA. A autorização é válida apenas para situações excepcionais chanceladas pelo BIS, como a manutenção de redes ou o suporte de handsets já existentes.

De acordo com o Departamento de Comércio, a medida visa dar um tempo maior para o mercado norte-americano efetuar uma transição que deixe a tecnologia da Huawei de lado, uma vez que o órgão alega que a fornecedora seguiria representando "ameaça à segurança" do país. Tais acusações, contudo, ainda não foram provadas pela gestão liderada por Donald Trump. Na semana passada, o presidente norte-americano chegou a sinalizar que a autorização temporária da Huawei não seria renovada.

Transações para além das situações que constam na licença agora estendida seguem precisando de anuência prévia após análise feita pelo BIS "sob presunção de negativa". No mesmo comunicado no qual anunciou a ampliação da autorização provisória, o Departamento de Comércio também divulgou que 46 novas afiliadas da Huawei foram adicionadas na Lista de Entidades cujos negócios com empresas dos EUA necessitam da aprovação prévia. Desde maio, mais de cem pessoas e companhias ligadas à fornecedora chinesa foram incluídas na lista, informou o BIS.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.