Telecomunicações recolhem 20,26% menos impostos federais em sete meses

O setor de telecomunicações recolheu R$ 7,1 bilhões em impostos entre janeiro e julho deste ano, valor 20,26% menor que em igual período do ano anterior (R$ 8,9 bilhões). O número faz parte do relatório mensal de arrecadação de tributos, divulgado nesta sexta-feira, 19, pela Receita Federal.

Apesar de significativa, a queda é menor do que a verificada no primeiro semestre deste ano, que ficou em 23,18%. O recolhimento do Imposto de Renda ou da Contribuição sobre Lucro Líquido do setor nos sete primeiros meses de 2016 foi de R$ 921 milhões, 28,36% menos que de janeiro a julho do ano passado. Nos primeiros seis meses, a queda verificada foi de 47,73%.

As contribuições ao PIS/Pasep e Cofins das empresas de telecomunicações também recuaram menos entre janeiro e julho que entre janeiro e junho, sempre na comparação com o ano anterior. No semestre, a queda registrada foi de 19,02%, enquanto em sete meses, a variação ficou negativa foi de 13,33%, com total pago de R$ 3,1 bilhões.

Já a indústria de equipamentos eletrônicos recolheu 137,42% a mais em Imposto de Renda e Contribuição sobre Lucro Líquido entre janeiro e julho deste ano, na comparação com igual período do ano passado. Foram R$ 179 milhões ante os R$ 75 milhões recolhidos em 2015. Mas foram 15,27% a menos de PIS/Pasep e Cofins no período, no total de R$ 396 milhões. Também caiu em 27,96% o recolhimento do Imposto sobre Produto Industrializado (IPI).

A arrecadação federal como um todo somou R$ 107,416 bilhões em julho, queda de 5,8% em relação ao mesmo mês do ano passado descontada a inflação oficial medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Segundo a Receita Federal, o resultado é o menor para o mês desde 2010.

No acumulado do ano, a arrecadação federal também continua caindo. De janeiro a julho, as receitas do governo somaram R$ 724,673 bilhões, queda de 7,11% em relação aos mesmos meses de 2015 também descontado o IPCA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.