Mais três estados atingem a marca de um celular por habitante

Segundo especialistas do setor de telecomunicações, o Brasil deve alcançar em 2010 a marca de um celular por habitante. No entanto, segundo a Anatel, os estados de Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul e São Paulo se anteciparam e atingiram esse feito no último mês de julho, se juntando ao Distrito Federal, até então a única unidade da Federação a obter, em maio de 2005, uma teledensidade superior a 100 (103,83). A teledensidade é o indicador utilizado internacionalmente para aferir o número de telefones em serviço em cada grupo de 100 habitantes. O Distrito Federal continua liderando o ranking da teledensidade no país, com 151,9, seguido por Rio de Janeiro (100,62), Mato Grosso do Sul (100,61) e São Paulo (100,09). O Brasil atingiu o índice de 84,61, com um total de 161.922.375 acessos do Serviço Móvel Pessoal (SMP).
Crescimento
Ainda segundo dados da Anatel, em julho foram habilitadas 2.308.868 novas linhas em todo o país, o que representa crescimento de 1,45% em relação a junho e de 19,65% nos últimos doze meses. Do total de acessos, 132.625.256 (81,91%) são pré-pagos e 29.297.119 (18,09%) pós-pagos.
Vivo lidera
Segundo os dados consolidados pela Anatel no final do mês de julho, a Vivo permanece na liderança no ranking das operadoras de telefonia móvel, com 47.565.638 acessos (29,38%). Logo em seguida, vem a Claro e seus 41.054.538 assinantes (25,35%), TIM, com 38.456.613 acessos (23,75%), Oi, com 34.241.738 (21,15%), CTBC, 492.764 (0,30%), Sercomtel, com 91.487 (0,06%) e, por fim, a Unicel, com 19.597 (0,01%).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.