Para Telemar, novas regras podem fomentar pirataria

O fim da remuneração entre prestadoras nas chamadas locais de telefonia fixa a partir de 1º de janeiro de 2006, regra conhecida como bill and keep (em que cada uma fica com o que cobrar), pode beneficiar a pirataria de tráfego. Quem defende esta idéia é o diretor da unidade de negócio atacado da Telemar, Marcelo Pereira. ?Hoje, os piratas dominam mais de 50% de todo o tráfego de longa distância internacional e de 10% a 12% do nacional?, afirma Pereira. Segundo ele, o fim da regra de desbalanceamento de tráfego abre oportunidade para quem faz a pirataria se tornar uma operadora e não pagar nada nas terminações de chamadas locais, aproveitando-se da nova regra de bill and keep. ?Será preciso uma fiscalização mais forte da Anatel com repressão efetiva desse crime pelo poder público?, analisa o diretor da Telemar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.