Venda da operação de DTH continua nos planos da Oi

A Oi continua com plano de vender a unidade produtiva isolada de TV paga por satélite, a TVCo. No entanto, a companhia não ofereceu novidades sobre negociações durante a apresentação das previsões financeiras para o triênio 2022-2024 nesta segunda-feira, 19. Apenas estabeleceu que o programa de desinvestimento "está em progresso", e com planejamento de redução de custos e de já não contar mais com as receitas dessa base. 

O CEO da operadora, Rodrigo Abreu, confirmou a estimativa até 2024, sem impacto da norma contábil IFRS, já exclui as receitas do DTH. "Ainda impacta os números hoje, mas no futuro já excluímos do mix. Incluímos outras contribuições de conteúdo, incluindo IPTV e Oi Play", declarou. 

Na apresentação para o mercado, a operação de TV por satélite continua como um dos ativos pós-venda da Oi Móvel e da participação na InfraCo, constituindo assim parte da "Nova Oi". Entretanto a unidade de DTH está inclusa como parte do programa de desinvestimentos de R$ 34,6 bilhões.

Notícias relacionadas

A eventual venda da operação não tem valor e nem data previstos nessa apresentação. Quando foi anunciada, na ocasião da aprovação do aditamento ao plano da recuperação judicial, o preço da unidade ficou estabelecido em apenas R$ 20 milhões. Porém, o contrato de prestação de serviços do satélite da SES de quase R$ 2 bilhões é um componente que seria assumido pelo eventual comprador da operação.

Programação

Já no programa de economias associadas às vendas de ativos, o "perímetro" da TVCo tem previsão de redução de 7% nos custos em relação à base atual. Isso porque a companhia espera despender menos com pagamento por conteúdo junto às programadoras, além de haver menos gastos com gestão e operação da rede de DTH. 

No entanto, apesar de mostrar ênfase na plataforma Oi Play e em parcerias com serviços de streaming, o serviço de TV por assinatura por meio da fibra, o IPTV, continua como um dos "blocos de Lego" que a empresa ofertará após o processo de "hipersimplificação" do portfólio, junto da banda larga e outros serviços. E haveria a manutenção de acordos para conteúdo, segundo disse a própria Oi na época da aprovação do aditamento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.