Política industrial vai incluir incentivo à banda larga

O incentivo à banda larga está na mira do governo federal. Depois do lançamento do Programa Nacional de Banda Larga, que vai beneficiar 50 mil escolas urbanas, os próximos passos serão a integração das escolas rurais e a inclusão dos pequenos provedores de acesso à internet no programa. Segundo Carlos Henrique Duarte, gerente de departamento da indústria eletroeletrônica do BNDES, o banco deve detalhar nas próximas semanas, fomento ao segmento de banda larga, com foco nas pequenas e médias empresas, dentro do escopo da nova política industrial.
Para o deputado federal Júlio Semeghini (PSDB/SP), é importante ampliar o debate sobre a distribuição da internet pelos pequenos provedores. "Estamos discutindo com a Anatel para assegurar a concorrência na última milha", diz Semeghini. Ele também destaca que haverá incentivos do BNDES para o setor que devem ser anunciados nas próximas semanas.
Duarte, do BNDES, destacou que a idéia é que o segmento de banda larga possa contar com uma linha fixa de financiamento, a exemplo do setor de software que conta com o Prosoft desde 1998. O programa já financiou R$ 1,1 bilhão beneficiando mais de 76 mil projetos.

Notícias relacionadas
Os executivos participaram do Fórum de Políticas Estratégias nesta segunda-feira, 19, em São Paulo, promovido pela Sucesu (Sociedade dos Usuários de Informática e Telecomunicações).

Sem competição

Para Jorge de la Rocque, presidente da Rede Global Info, entidade que reúne 700 provedores de internet, não está claro como o governo vai incluir os pequenos provedores no programa de banda larga, nem a nova política industrial sinalizou qualquer incentivo para o setor. "O que se vê é uma grande negociação com as teles, para que, em troca da fusão (da Oi com a Brasil Telecom) outras empresas também ganhem vantagens, incluindo o serviço completo de banda larga, sem competição na ponta", diz o executivo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.