Publicidade
Início Newsletter Telefonia fixa cresce em fevereiro com avanço dos pequenos provedores

Telefonia fixa cresce em fevereiro com avanço dos pequenos provedores

Foto: Pixabay

Dados divulgados pela Anatel apontam que o serviço de telefonia fixa cresceu 4,1% em fevereiro, quando comparado com o mês de janeiro. O número total de linhas ativas no Brasil passou de 29,3 milhões em janeiro para 30,5 milhões em fevereiro.

Observando os dados da Anatel, o crescimento em fevereiro veio das linhas ofertadas pelas autorizatárias. Em janeiro, essas empresas eram responsáveis por 13,8 milhões de linhas ativas. Em fevereiro, este número saltou para 15,1 milhões. As concessionárias continuaram em queda. Em janeiro, elas eram responsáveis por 15,5 milhões de linhas. Em fevereiro, este número baixou para 15,4 milhões.

O aumento da base não foi totalmente natural, contudo. Enquanto as grandes operadoras reduziram em 1,21% a base em fevereiro (total de 28,021 milhões de contratos), as de pequeno porte cresceram mais de 164% (total de 2,508 milhões). Acontece que em janeiro houve uma aparente subnotificação dessas empresas menores, quando reportaram apenas 948,7 mil acessos.

Notícias relacionadas

Porém, mesmo comparado a dezembro do ano passado, houve um avanço de 15,36% entre as prestadoras de pequeno porte. Segundo dados da Anatel, foram quase 400 mil adições nesses dois meses.

Os dados da Anatel só passaram a contabilizar o serviço de telefonia fixa a partir de janeiro. Então, considerando que houve subnotificação dos pequenos prestadores naquele mês, a fibra foi o meio que teve maior aumento proporcional em fevereiro: 9,19%, total de 7,542 milhões de contratos. O cabo metálico (cobre) continua sendo a maior base, com 16 milhões de linhas (aumento de 3,93%).

Regiões

Além desse aumento geral, outras três regiões do país registraram crescimento de linhas ativas do serviço: Centro-Oeste com 2,5%; Sul, com 0,8%; e Sudeste com 6,6%. A região Sudeste foi onde ocorreu o maior crescimento de acessos do serviço de telefonia fixa. Nas regiões Norte e Nordeste, houve quedas do serviço. No Norte, a queda foi de 1,3% e no Nordeste, 0,5%.

Em janeiro, as regiões Norte e Nordeste registraram aumento, quando comparado com dezembro. A região Nordeste fechou janeiro com aumento de 7,5% no número de linhas ativas do serviço e a Norte, com 3,6% linhas a mais no mesmo período.

Em fevereiro, a densidade do serviço (linhas ativas a cada 100 habitantes) ficou em 43,2 linhas ativas a cada 100 habitantes. O crescimento de 4,1% quando comparado com janeiro, que foi de 41,5 linhas. (Colaborou Bruno do Amaral)

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile