Mudança na composição acionária da Hispasat leva a novo conselho

A operadora espanhola de satélites Hispasat oficializou nesta quinta, 19, a venda de 33,69% do capital que era da Eutelsat para a empresa de infraestrutura de telecomunicações espanhola Abertis e para o Centro para el Desarrollo Tecnológico Industrial (CDTI), empresa financiadora do governo espanhol. Com isso, agora a Abertis controla a Hispasat com 89,68% do capital, sendo o restante dividido em 7,41% para SEPI e 2,91% para CDTI. O governo espanhol já havia autorizado o negócio no começo do mês.

A transação foi comunicada em assembleia extraordinária e inclui a saída de cinco membros representantes da Eutelsat do conselho de administração da Hispasat: Rodolphe Belmer, Michel Azibert, Ariane Rossi, Almudena Arpón de Mendívil e Edouard Silverio. Com isso, assumem os representantes da Abertis: Aristóteles Auñón, Martí Carbonell, José Luis Viejo, Laura Grau e Sebastián Morales. Um novo membro ligado à empresa, Marta Casas, substituirá Francisco Reynés, que renunciou ao cargo em 6 de fevereiro.

A partir desta quinta-feira, o conselho de administração da Hispasat fica desta forma: presidenta do conselho, Elena Pisonero; diretor-executivo, Carlos Espinós; o secretário não conselheiro e advogado Pedro Ramón y Cajal Agüeras; e o vice-secretário não conselheiro, Javier Folguera Fernández. Como membros, estão: Francisco José Aljaro, Aristóteles Auñón, Lorenzo Avello López, Martí Carbonell, Marta Casas, Josep Maria Coronas, Juan Carlos Cortés Pulido, Jordi Fernández Montoli Laura Grau, Jordi Lagares Puig, Sebastián Morales, Virginia Navarro Virgós, Miguel Ángel Panduro Panadero, Alberto Puentes del Barrio, Joan Rafel Herrero, Montserrat Tomás Gil e José Luis Viejo.

Notícias relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.