PT recorre ao Ministério Público contra Armínio Fraga

A bancada do Partido dos Trabalhadores (PT) protocolou nesta sexta, 19, no Ministério Público, uma representação contra o presidente do Banco Central, Armínio Fraga. Na avaliação dos deputados petistas, as denúncias de que Fraga estaria fazendo lobby para as empresas de telecomunicações caracterizam que pode haver conduta "imprópria" do presidente do BC. A lei de improbidade administrativa e o Código Penal tipificam a conduta imprópria como crime, enquadrado como exploração de prestígio. A representação, que pede abertura de inquérito civil e instauração de ação de improbidade administrativa contra Armínio Fraga, foi assinada pelo líder do PT, João Paulo (SP) e pelos deputados Fernando Ferro (PE), Luciano Zica (SP) e Walter Pinheiro (BA).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.