Anatel fala sobre novos modelos e ambiente para operadoras alternativas

No próximo dia 26 de maio, em São Paulo, acontece o Fórum de Operadoras Alternativas (FOA), organizado em conjunto pela TELETIME e pela Mobile Time. O evento discute o ambiente para o surgimento de novas empresas e infraestruturas de telecomunicações para além dos modelos tradicionais. Um dos palestrantes do seminário é Abraão Balbino, superintendente de competição da Anatel. Ele apresentará uma análise resultante do acompanhamento das discussões realizadas em diversos organismos internacionais e por diversas consultorias sobre os elementos que mais desafiam o ambiente concorrencial e regulatório atual no setor de telecomunicações.

Segundo o superintendente, o ambiente da Internet das Coisas; o desenvolvimento de modelos baseados em big data e inteligência artificial; as mudanças no sistema financeiro e; os novos modelos de distribuição de vídeo são as quatro áreas que hoje mais pressionam as operadoras de telecomunicações a buscarem novos modelos, impõem o desenvolvimento de novas infraestruturas e, principalmente, exigem de modelos regulatórios. Balbino fará uma análise do cenário brasileiro diante destes desafios e do ambiente para o surgimento e desenvolvimento de empresas e redes competitivas.

O evento terá ainda a apresentação do General Santos Guerra, do Exército Brasileiro, que falará sobre o desenvolvimento de uma rede 4G para as Forças Armadas.

Também em pauta estão o desenvolvimento de redes WiFi, com apresentações da Oi, Claro, Linktel e WiFi Legal; o desenvolvimento das operadoras virtuais (MVNOs), com presença da Datora, Movttel, Porto Seguro e Correios; e o desenvolvimento das redes voltadas para IoT, com palestras do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, WND, Abinc e Vermont. Mais informações sobre a programação e condições de inscrição ao Fórum de Operadoras Alternativas estão disponíveis no site do evento.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.