Liberação do WLL dependerá da área

A Anatel, ao liberar a tecnologia WLL, deverá tomar uma posição que contemplará as necessidades não só das teles privatizadas como também das autorizatárias. A tecnologia seria liberada para as operadoras levando-se em conta as características da área de serviço em que elas atuarão. Assim, o uso da tecnologia WLL pelas concessionárias ou pelas autorizatárias seria determinado pela densidade de telefones na região a serem instalados os equipamentos. Em regiões de alta densidade, o WLL seria utilizado para a autorizatária que, assim, teria mais facilidades para concorrer com a poderosa concessionária. Nas áreas com baixa densidade telefônica, ou onde não existir telefonia fixa comutada, a tecnologia WLL seria usada pela concessionária para cumprir suas metas de universalização. A opção por uma liberação conjugada ainda não é definitiva mas é a mais provável.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.