Publicidade
Início Newsletter Alexandre Freire adota Agenda 2030 como critério para prioridade de interação com...

Alexandre Freire adota Agenda 2030 como critério para prioridade de interação com seu gabinete na Anatel

Foto: Pexels

O conselheiro Alexandre Freire anunciou nesta segunda, dia 18, uma política para tratamento de matérias e concessão de audiências por seu gabinete. A partir de agora, será dada prioridade a temas e processos que estejam relacionados com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030, das Nações Unidas. Ou seja, o gabinete de Freire dará, portanto, preferência a interações que tragam preocupação com temas como sustentabilidade, inclusão, equidade, transparência entre outros ligados à Agenda 2023. O conselheiro tem trabalhado a incorporação da agenda ESG dentro da Anatel e recentemente indicou que passará a considerar argumentos ligados à Agenda 2030 também na análise de suas manifestações e no recepcionamento de petições e justificativas.

É a primeira vez que um conselheiro da Anatel adota, de maneira explícita, um critério para a interação com atores do mercado em seu gabinete. A novidade foi instituída pela Portaria nº 2749 (confira a íntegra aqui) , que estabelece a prioridade de processos e de pedidos de audiência no âmbito do seu Gabinete, “será dada prioridade de atendimento às solicitações de audiência de matérias distribuídas ao Conselho Diretor, inclusive a outro conselheiro, que apresentarem a indicação do ODS da Agenda 2030 da ONU e da(s) respectiva(s) meta(s). Os pedidos de audiência deverão ser formalizados pelo e-mail (gcaf@anatel.gov.br), acompanhado de memorial que indique, com precisão, o objeto, os itens e o(s) pedido(s) a serem expostos em audiência, além do ODS e respectiva(s) meta(s) que o processo ou regulamento visa promover”.

De acordo com Freire, o propósito é fazer com que as partes interessadas encampem e promovam os ODS da Agenda 2030 da ONU no âmbito de sua atuação. “Esse é um movimento que precisa ser feito por todos os atores do setor e de forma coordenada. E se a missão da Anatel é conectar o Brasil para melhorar a vida de seus cidadãos, a sociedade precisa saber de que forma determinada matéria contribui para isso”, completou o conselheiro em nota oficial. Mas informações sobre o procedimento estão na página de Freire no Site da Anatel.

Notícias relacionadas

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile