Vivo leva primeiro lote com ágio de quase 90%

A Vivo foi a primeira vencedora do leilão das faixas para a terceira geração de telefonia móvel. A vitória foi obtida com um ágio de 89,62% sobre o preço inicial para a área I do Plano de Abrangência, arrematando pelo valor de R$ 245,5 milhões. Estava na concorrência também a Nextel, que fez várias ofertas, alongando o período da disputa em quase duas horas. A área I inclui as cidades dos estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia e Sergipe. O conjunto de freqüências arrematado pela Vivo faz parte do bloco J, o mais próximo das freqüências atualmente utilizadas pela operadora.
A área I do bloco F, disputam a Claro, Oi, TIM e Nextel. O bloco F é o mais atrativo do leilão, por ser maior do que os demais colocados em disputa ? enquanto o F possui blocos de 15 MHz, J, G e I possuem apenas 10 MHz para as freqüências de uplink e downlink.
Antes do início do leilão, o presidente da Anatel, embaixador Ronaldo Sardenberg, apresentou as perspectivas da agência para o resultado do leilão. Sardenberg foi econômico em sua aposta e sugeriu que todo o processo irá gerar um ágio de R$ 700 milhões. Apenas no primeiro lote, o aumento da oferta foi de mais de R$ 150 milhões sobre o preço mínimo. No segundo lote, os lances já superam em R$ 200 milhões o valor mínimo, sendo que a venda ainda não foi concluída.

Notícias relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.