Opportunity não sai das operações de Minas e região Amazônica

A Newtel, com 51% das ações ordinárias da Telpart (controladora da Amazônia Celular e da Telemig Celular), é uma empresa controlada pelo Opportunity e conta com investimentos dos fundos de pensão. O banco nega qualquer interesse em sair do negócio. Mesmo que a Portugal Telecom compre a fatia das fundações (que estão declaradamente interessadas em sair de qualquer negócio em que tenham como sócio o seu desafeto Opportunity assim que recebam uma boa proposta para tanto), não obteriam o controle na Telpart. Isto porque o acordo de acionistas da Newtel dá ao banco o controle da companhia apesar de ser um investidor minoritário se for considerado estritamente o volume de capital próprio na empresa. É importante lembrar que a própria Newtel está tendo o seu acordo de acionistas questionado na Justiça pelas fundações e pela TIW. Uma decisão judicial obtida pelos fundos de pensão – e que não foi questionada e derrubada pelo Opportunity, ao contrário da medida cautelar que desfazia o acordo de acionistas da Newtel – impede a venda do controle da Telpart sem que haja acordo entre os sócios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.