Prefeitura de São Paulo abre consulta pública para expandir programa de Wi-Fi

Projeto da prefeitura de São Paulo com Wi-Fi gratuito em praças. Foto: divulgação

A prefeitura de São Paulo lançou nesta quarta-feira, 18, uma ferramenta online de consulta pública para coletar contribuições e sugestões de locais para a próxima etapa do programa WiFi Livre SP. A plataforma permite o envio de propostas, com fotos, endereço, informações específicas e a descrição dos motivos para querer instalar o Wi-Fi público. Da mesma forma, é possível apoiar propostas já enviadas – há um botão de "curtir", como do Facebook, além de um ícone para compartilhamento.

Pode-se também fazer sugestões de intervenções, com participação via formulário no qual é possível emitir opiniões sobre mobiliário urbano, espaço para recarga de celular e locais para recreação. A prefeitura disponibiliza ainda um cadastro voluntário (sem vínculo de contratação) de agentes promotores interessados em participar do futuro programa de intervenções.

Notícias relacionadas

O site conta ainda com mapa da cidade com as 120 localidades já disponíveis – 23 na região central, 18 na zona norte, 36 na leste, 28 na sul e 15 na zona oeste. O projeto, inaugurado em janeiro de 2014, oferece conexões gratuitas, sem a necessidade de cadastro, com velocidades individuais de 512 Kbps.

A consulta pública da extensão ficará aberta por 45 dias. A iniciativa é da Secretaria Municipal de Serviços (SES), e consulta online utiliza a plataforma Gestão Urbana, que até então abrigava assuntos da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (SMDU). A prefeitura diz que a expectativa é "ampliar ainda mais o alcance em toda cidade", mas não determina ainda quantas novas localidades serão disponibilizadas ou quando um eventual edital de nova licitação seria publicado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.