Com novo comando, Oi promove reestruturação de diretorias

A mudança no comando da Oi, agora com o novo presidente interino Bayard Gontijo, teve reflexos também na estrutura organizacional do prímeiro nível de diretoria e no modelo de gestão. As diretorias subordinadas diretamente à presidência foram reduzidas de 18 para 12, segundo apurou este noticiário. Praticamente não houve troca de diretores. Apenas dois deixaram a empresa no processo: Rui Gonçalves Pereira, que ocupava a diretoria de pequenas e médias empresas, e Eduardo Aspesi, diretor de segmentos de varejo. Confira as principais mudanças:

* As diretorias de mercado empresarial e corporativo passam a integrar uma única unidade de negócios B2B;

* As diretorias de segmentos de varejo e vendas de varejo se integram na diretoria de varejo;

* As diretorias de operações centralizada e de campo passam a compor uma diretoria única de operações;

* As diretorias que compõe a área de planejamento executivo (regulamentação, relações governamentais e política regulatória) passam a integrar a estrutura da diretoria jurídica e assuntos institucionais;

* As atividades de estratégia, inovação e novos negócios passam a compor a diretoria de estratégia e novos negócios;

As diretorias administrativa e financeira; gente e gestão; relacionamento com clientes; engenharia; TI e auditoria permanecem inalteradas. A diretoria de comunicação corporativa também segue com o relacionamento com a imprensa, comunicação interna, patrocínios e eventos.

Haverá ainda um comitê de gestão, do qual participam todos os diretores, que semanalmente se reúne para deliberar sobre assuntos de negócio e acompanhar os indicadores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.