Ericsson realiza testes com small cells com duas operadoras no Brasil

A implantação de small cells no Brasil ainda é tímida, mas já está em fase de testes e pode começar uma implantação maior em 2014. A Ericsson confirmou que a empresa está trabalhando com pelo menos duas operadoras no País, embora ainda não revele quais. "Há dois casos nos quais estou fazendo teste de small cells com resultado muito positivo", confirmou a este noticiário o diretor de banda larga móvel da companhia para América Latina e Caribe, Clayton Cruz. "Nossos testes nos dois casos já começaram. A ideia é que virem rollout – a fase de testes está quase acabando", diz.

Segundo Cruz, os testes estão sendo feitos em condições reais de uso em áreas urbanas e densas. "É teste para valer, na rede com usuários. Eles não sabem que estão usando, mas têm uma percepção melhor nesse ponto específico (de qualidade de conexão)". A ideia, segundo o executivo, é justamente que a experiência seja melhor para o cliente, mas sem que ele precise estar consciente que está sendo coberto por uma small cell.

As soluções de pequenas células são, na verdade, parte da estratégia de redes heterogêneas da fornecedora sueca. Uma das apostas da Ericsson é no recém-lançado Radio Dot System, voltado para cobertura indoor e que deverá estar disponível comercialmente no final de 2014.

A empresa optou por não trabalhar com femtocells, por alegar que essas antenas não permitem a coordenação da arquitetura com a rede legada. Por outro lado, a Ericsson não deixa de considerar o offload da rede por hotspots, apostando em picocélulas com Wi-Fi integrado. "O grande desafio do Wi-Fi é em como monetizar: como elas (as operadoras) ganham dinheiro com o uso do espectro não-licenciado", explica Clayton Cruz.

TIM já testa desde julho

Embora o executivo não tenha confirmado quais operadoras estão fazendo os testes com a Ericsson, não é difícil imaginar pelo menos um dos possíveis contratos. Em julho, o presidente da TIM, Rodrigo Abreu, confirmou que a operadora fazia testes com small cells para atender aos usuários durante a Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro. "Existe um plano em andamento com metrocell, microcell e femtocell, e não podemos esquecer do offload com Wi-Fi, que não é considerado como small cell, mas já tem iniciado o roll out de implementação", disse ele na época, confirmando inclusive que o investimento nas pequenas células será parte do plano de Capex da companhia para 2014.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.