Em parceria com Banco do Brasil, Oi inicia venda de seu cartão crédito em lojas do Ceará

A Oi anunciou nessa quinta, 18, o início das vendas do Cartão de Crédito Oi em dez lojas do Ceará. O cartão da operadora, que antes só podia ser adquirido pelo o site ou pelo televendas, passa a ser vendido também nas lojas da Oi de Fortaleza e Juazeiro. Segundo o diretor de segmentos da companhia, Eduardo Aspesi, o Ceará foi escolhido como pioneiro para as vendas em razão de os consumidores e os comerciantes do Estado serem muito receptivos às inovações tecnológicas. O fato de Fortaleza ser uma das sedes da Copa do Mundo de 2014 e de metade do número de usuários da cidade ser cliente da Oi também contribuíram para a escolha. Ainda não há previsão de venda dos cartões de créditos nas lojas da Oi dos outros estados do País. “Por enquanto, estamos focando no mercado de Fortaleza”, observou Aspesi.

Notícias relacionadas

O Cartão de Crédito Oi faz parte de uma parceria entre a tele, o Banco do Brasil, a Paggo e a Cielo a fim de viabilizar o incremento do mobile payment no País e é o primeiro cartão com funcionalidade de pagamento via aparelho celular.  Essa exclusividade, contudo, não será prolongada por muito tempo, já que o diretor de cartões do Banco Brasil, João Moreira, afirmou que todos os clientes da Oi que possuam cartões Ourocard (Mastercard ou Visa) poderão fazer suas compras pelo celular. A partir desse mês, o Banco do Brasil enviará SMS disponibilizando a adesão ao serviço, que poderá ser feita por meio de mensagem de texto, no caixa eletrônico ou pelo Internet Banking. De acordo com Moreira, essa parceria com a Oi favorece que o Banco do Brasil ofereça meios de pagamentos a indivíduos que possuem celulares (pré-pagos ou pós-pagos), mas que ainda não têm conta corrente: “Essa iniciativa vai ao encontro dos pedidos do governo (ao Banco do Brasil) por esforços no sentido de promover a inclusão financeira”, argumentou.

Cartão de débito pré-pago

A estratégia da Oi na área de mobile payment não ficará restrita ao cartão de crédito. No mês que vem, a operadora deve anunciar o lançamento do Oi Carteira, um cartão pré-pago que não terá a função de crédito, mas que  poderá ser utilizado pelos usuários para pagamentos por celular e para saques. “O Oi Carteira terá como foco o cliente pré-pago com baixa renda”, explicou Massayuki Fujimoto, CEO da Paggo. Para Moreira, o Oi Carteira reforçará a estratégia do Banco do Brasil de ampliar o acesso aos meios de pagamento, na medida em que será direcionado para os consumidores com menor renda.

Além da Oi e do Banco do Brasil, a Paggo e a Cielo também estão engajadas na promoção do pagamento móvel no Brasil. Segundo o vice-presidente de produtos e negócios da Cielo,  Eduardo Chedid, todas as máquinas POS do País já estão habilitadas para executar pagamentos por celular. O executivo lembra que os lojistas não terão custo adicional nenhum ao realizar o novo tipo de transação e ressalta que a participação da Oi, do Banco do Brasil, da Paggo e da Cielo conferem capilaridade ao mobile payment. “A parceria está estabelecida e a tecnologia nacional já existe. O desafio é convencer o brasileiro a comprar e vender pelo celular”, afirmou Chedid.

A mudança nos hábitos de compra dos brasileiros não parece ser o único desafio para o sucesso do mobile payment. A participação de um número maior de bancos e de operadoras interessa a todos os quatro players envolvidos nos negócios, como forma de ampliar e consolidar a compra por celular no País. “Estamos conversando com outros bancos”, revelou Aspesi. Moreira também confirmou que o Banco do Brasil não descarta a parceria com outras operadoras. Para Fujimoto, a estratégia deve ser integrar as operadoras e os emissores de meios de pagamentos: “Qualquer parceiro será bem-vindo”, disse.

*A jornalista viajou a convite da Oi.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.