Brasil registra 256,13 milhões de acessos de telefonia móvel em junho

Anatel divulgou nesta quarta-feira, 18, que o Brasil fechou o mês de junho com 256,13 milhões de linhas ativas na telefonia móvel e teledensidade de 130,44 acessos para cada grupo de cem habitantes. Já os terminais 3G de banda larga móvel totalizaram 48,89 milhões de acessos. No entanto, o balanço mostrou a segunda menor média de novas habilitações em comparação com o mesmo mês dos últimos 12 anos.

Foram 1,8 milhão de novas habilitações registradas em junho, equivalente a um crescimento de 0,46% em relação ao mês anterior. A média de novas habilitações foi a segunda menor desde o início dos levantamentos da Anatel, em 2000. Em 2006 foi registrada uma queda de 0,67% por conta de 617 milhões de desligamentos. Na época, a redução ocorreu porque a Vivo enxugou a base de clientes que permaneceram sem usar o serviço mesmo depois de tentativas de reativação.  

Do total de 256,13 milhões registrados em junho de 2012, 209,2 milhões foram de pré-pagos (81,68%) e 46,9 milhões foram de pós-pagos (18,32%). No market share das operadoras, a Vivo é líder com 29,56%, seguida pela TIM com 26,89%, Claro com 24,58%, Oi com 18,65%, CTBC com 0,28% e Sercomtel com 0,03%.

A redução no total de terminais 3G se deu por conta de um melhor detalhamento dos terminais de dados: os de banda larga, como modems 3G, e os de dados M2M (máquinas de cartão de crédito e débito habilitados nas redes de operadoras, por exemplo). A tecnologia WCDMA  fechou junho com 16,65%, seguida pelos terminais de dados banda larga (2,44%), terminais de dados M2M (2,33%) e CDMA (0,4%). O padrão GSM ainda tem a maior participação no Brasil, com 78,18%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.