Claro recebe anuência da Anatel para criação de empresa de torres

A Anatel concedeu anuência prévia para a Claro prosseguir com a criação de uma nova empresa que reunirá torres do grupo.

O pedido foi aprovado por unanimidade na reunião do Conselho Diretor da agência nesta última quinta-feira, 17. Relatado pelo conselheiro Moisés Moreira, o processo foi protocolado pela Claro e pela coligada Americel em 15 de dezembro.

A Anatel entendeu que não há risco à prestação de STFC pela Claro no regime de concessão nem de transferência de bens reversíveis para a nova empresa, chamada até o momento de NewCo.

Notícias relacionadas

A primeira etapa da operação prevê a cisão de parte da Americel, com incorporação da parcela na Claro resultado em aumento de capital de R$ 23,5 milhões.

Na segunda etapa, uma cisão será realizada pela própria Claro, com transferência especialmente de ativos relacionados a sua infraestrutura de torres e o acervo recebido da Americel para a NewCo.

Esta operação resultará em diminuição do capital da Claro. O processo, contudo, só deverá ser concretizado após a conclusão da reestruturação interna na operação móvel da empresa (relacionada à incorporação da Nextel).

Controladora da Claro, a América Móvil já informou que pretende concluir a criação da nova empresa de infraestrutura passiva de torres ainda em 2021.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.